Total de visualizações de página

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Saúde - Direito da Criança

                                                                                         SAÚDE MUNDIAL
Quando o assunto é meio ambiente, normalmente pensamos em áreas naturais, como florestas, matas, rios, lagos e mares. Mas meio ambiente é mais do que isto. Meio ambiente é definido como o conjunto de interações de ordem física, química e biológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.
Assim, meio ambiente engloba também o local em que vivemos, como as cidades, com toda a complexidade de fatores envolvidos, sejam eles pessoas, animais, plantas, ar, água, solo, indústrias e comércio, para citar alguns. Numa cidade como São Paulo, onde o meio ambiente natural foi substituído por um meio ambiente urbano, há uma correlação muito grande entre o meio ambiente criado e a qualidade de vida de quem vive neste ambiente. Portanto a relação que estabelecemos com o outro e para o outro constituem aspectos importantes dos princípios da sustentabilidade.
Tema Geral:  Cultura Ambiental
Objetivo Geral: Cuidar do Presente e do Futuro (Sustentabilidade/ Consumismo)
Estatuto da Criança: Direito à Vida

SAÚDE FÍSICA                
As necessidades mais importantes do corpo, são: Sol, Ar, Água,  Alimento, Exercício , Repouso e Higiene. Essas necessidades do corpo precisam ser atendidas para que a criança seja sadia e são trabalhadas através de uma linha de tempo que prevê momentos específicos para que as crianças assumam responsabilidades e autonomia no que se refere à sua integridade física, às condições de higiene no âmbito escolar e respeite o outro em seus direitos.
Dentre elas os jogos, brincadeiras, música e a dança são atividades fundamentais para que a criança cresça e se desenvolva plenamente.
Temas Gerais: Higiene Corporal; Cultura Corporal; Alimentação Saudável; Segurança e Proteção
Objetivo Geral: Cuidar de Si e do Outro
Estatuto da Criança: Direito à Saúde, à alimentação e ao Esporte.


                                                                  SAÚDE EMOCIONAL

O ser humano é um ser social. Estamos em relação todo o tempo; somos filhos, pais, irmãos, funcionários, chefes, amigos, esposas, maridos, namorados, enfim, desempenhamos vários papéis em nossa vida, e nem sempre estamos preparados para eles. As relações que propomos, a forma como o fazemos, as pessoas com quem nos envolvemos contam um pouco de nós, de nossas escolhas durante a vida. São as nossas buscas que promovem nossas escolhas, que as direcionam, portanto entendê-las é criar possibilidades de viver melhor e com mais qualidade de vida. 
O aspecto afetivo tem uma profunda influência sobre o desenvolvimento intelectual. Ele pode acelerar ou diminuir o ritmo de desenvolvimento. Ele pode determinar sobre que conteúdos a atividade intelectual se concentrará.
Neste sentido, construímos situações em que a criança se sinta segura, acolhida e confiante, bem como estabeleça vínculos afetivos com a escola através da criação de Figuras de Afeto.
Temas Gerais: Identidade, Protagonismo Infantil, Socialização,  Respeito e Dignidade.
Objetivo Geral: Educar para o afeto
Estatuto da Criança: Direito à dignidade, ao respeito e à liberdade de expressão.

                                                                 SAÚDE MENTAL
Saúde mental é como nós pensamos, sentimos e agimos ao enfrentar as situações da vida. É como vemos a nós mesmos, nossas vidas e as pessoas que conhecemos e queremos bem. A saúde mental também nos ajuda a determinar como nos relacionamos com outras pessoas, como avaliamos as nossas opções e como tomamos as nossas decisões. 
Temas Gerais: Música/Dança/Teatro; Pintura/Modelagem/Desenho/Escultura; Leitura/Escrita; Informática Educativa
Objetivo Geral: Educar para o prazer de conhecer.
Estatuto da criança: Direito à cultura




Nenhum comentário: